7 Dicas Fotografia De Bernoulli

Como crescer na fotografia em um livro

Justiça - linha demasiado importante do gerente. Por exemplo, se o empregado recebe uma sobretaxa, e não fez nada que para merecê-la, você, possivelmente terá dez insatisfeitos. Quando o subordinado faz um erro, tem de apontar para ele, tem de reconhecê-lo, e logo é necessário esquecer-se dele.

- dizê-lo quando têm razão e quando estão enganados. Ser honesto é uma capacidade de reconhecer os erros. Não sempre é fácil dizer a verdade, sem ter contido a sensação de outros e sem ter parecido indelicado, mas honestidade em interesses do bem-estar geral - a firma e os seus empregados - sempre têm de ser antes de mais nada.

O gerente tem de ser corajoso. Sempre tentará encontrar um novo modo de executar uma tarefa só porque este caminho é melhor. Mas nunca o faz desarrazoado. Se permitir a alguém faça o experimento e isto terminará no fracasso, não porá a culpa nele e não perderá nele a fé.

O termo o gerente trata-se bastante largamente, por isso, qualquer definição sua será insuficientemente cheio. Com algum ponto da aproximação é possível dizer que o gerente é pessoa que faz o sistema da rotina e planejamento de avanço, previsão e orientação de produção, vendas de produto e serviços para fins de receber o lucro. Em outras palavras, o gerente – a organização de planejamento de pessoa, motivação e controle de produção da realização rápida máxima dos objetivos.

Consequentemente todo o mundo encontra o estilo. Cada um é dinâmico, encantador, capaz para inspirar outros. O outro é tranquilo, reservado no discurso e comportamento. Contudo ambos podem atuar com a eficiência igual - para inspirar para confiar eles mesmos e realizar aquele trabalho apressou-se e é qualitativo. Mas algumas características características comuns são inerentes a gerentes de vários estilos. O gerente dedica-se à firma, não deprecia a firma na opinião de empregados e não humilha os empregados na opinião da gestão de firma.

O gerente é delicado e atento. Princípio fundamental: criticar o trabalho, mas não a pessoa, ele realização. Um homem sábio disse que cada observação crítica tem de empacotar-se como sanduíche - entre dois pedaços do louvor.

O gerente ama pessoas. Se o trabalho do gerente se compuser na gestão de pessoas como pode executá-lo bem se não amar pessoas. Os melhores gerentes preocupam-se com os empregados. Interessa-os que fazem outros. O bom gerente está disponível e não se esconde atrás de uma porta de escritório. Os melhores Gerentes são humanos, realizam a própria fraqueza que os faz mais tolerante à fraqueza de outros.

O gerente é consecutivo e modesto. Não precisa da lisonja de pessoas em volta, além disso não deve esconder os erros. O gerente tem de ser mentor. Ajuda os subordinados a desenvolver com si mesmo ele (mesmo) a confiança, amar a pessoas, ambição, entusiasmo, honestidade, firmeza e determinação.

O gerente tem de ser o líder, imitações dignas. A tarefa principal do gerente - para fazer o trabalho sério por meio de outras pessoas, realizar o trabalho coletivo. Significa a cooperação, mas não a intimidação. O bom gerente também interesses de toda a firma sempre se incomoda. Procura equilibrar interesse do grupo, interesses do chefe e outros gerentes, a necessidade da realização do trabalho com a necessidade de encontrar o tempo do treinamento, os interesses de produção com o ser humano querem de subordinados.